Marcello Linhos e Armorial no Clube do Choro

156

Da Redação
Foto: Nick Elmoor

Baseado na pureza dos tempos de quintais, nas modinhas sertanejas, nas valsas caipiras, nos amores e desamores da época do Brasil Colonial, o músico e produtor cultural, Marcello Linhos, dá vida ao projeto Marcello Linhos e Armorial. Um show-espetáculo que reconecta e traz à tona o sentimento singelo caipira, no dia 5 de fevereiro, no Clube do Choro de Brasília.

Ao lado de Nelson Latif (violão 7 cordas) e Marcelo Lima (bandolim), Linhos chegará com sua viola caipira e muita cantoria para apresentar este projeto que já rodou o mundo. A simplicidade e a sinceridade dão o tom de uma época. Tempo em que os valores eram passados de geração para geração por meio de contos ou “causos” em intermináveis conversas nas varandas. “Canções que enalteciam o amor e o sertão”, afirma Marcello Linhos. E é isso que os músicos vão resgatar e apresentar para o público.

No repertório de Linhos, Nelson Latif, Marcelo Lima e o convidado Fred Magalhães, a belíssima Viola Quebrada (Mário de Andrade) e as seculares Tristezas do Jeca (Avelino de Oliveira) e Rosa (Conde Affonso Celso Junior) serão revividas. Haverá ainda canções autorais do trio que resgata essa musicalidade dos sertões diretamente para o século 21.

“Vamos resgatar o sentimento caipira que está dentro de cada um de nós, um sentimento essencial, tão simples e ao mesmo tempo tão rebuscado, que é o amor”, coloca Marcello Linhos.

O projeto Marcello Linhos e Armorial já passou pela França, Portugal, Holanda, Estados Unidos e Brasil em formatos diversos como shows, bailes, saraus e palestras.

Dica:
Marcello Linhos e Armorial
Dia 5 de fevereiro, quarta-feira, às 20h
Local: Clube do Choro de Brasília (Eixo Monumental)
Ingressos: R$ 20 (meia-entrada)
Ponto de venda: https://www.bilheteriadigital.com/marcello-linhos-e-armorial-05-de-fevereiro
Classificação indicativa: 14 anos
Mais informações: 3224-0599