3ª edição do Hidden inaugura na ilha do Parque da Cidade

1966

Da Redação
Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira, dia 30 de maio, aconteceu a inauguração da terceira edição do projeto itinerante Hidden. Com funcionamento previsto até o fim do período de seca em Brasília, a casa noturna, com proposta que mistura arquitetura, gastronomia e música, vai funcionar na ilha do Parque da Cidade, no antigo Pesque-Pague.

A produtora cultural Mari Braga é quem comanda a casa. O projeto arquitetônico é de Brunno Vilela, da Unno Arquitetura. Com capacidade para receber até 450 pessoas, o Hidden tem como proposta oferecer uma balada exclusiva em um ambiente elaborado e confortável, construído em espaços abandonados.Os ambientes remetem à sala de uma casa, com sofás, poltronas e mesas de centro. Iluminação e artigos decorativos deixam o clima intimista. Cozinha, minipalco, varanda, bistrôs, lojinhas, boa música e jardim conferem atmosfera singular à proposta.

A participação de chefes renomados e artistas são grandes chamarizes da atração. Para acompanhar a boa mesa e a boa música; vinhos do mundo todo a preços acessíveis, rótulos de cervejas artesanais e demais artigos especiais. Em 2019, um das novidades da casa é a possibilidade de se fazer reservas para até 20 pessoas, com serviço inicial de água, vinho e mini presunto.

O projeto também traz uma ótima ação social. Não é cobrado entrada, apenas o valor do couvert artístico, de R$30 por pessoa, que pode ser substituído pela doação de calça jeans em bom estado. As doações serão destinadas ao Projeto Banho do Bem, que leva à rodoviária, aos domingos, ônibus estruturado com chuveiros à disposição de moradores de rua.

Dica:
Hidden
De 30 de maio até o fim do período da seca. 
De quinta-feira a sábado, das 18h às 2h
Local: Ilha do Parque da Cidade