Casa do Alumínio desembarca no Conjunto Nacional

2164

Da Redação
Foto: Divulgação

Das embalagens de leite longa vida, à bicicleta, carro, ônibus ou avião, passando pelas janelas, à latinha de suco, refrigerante e cerveja, laptops e smartphones, o alumínio está presente no cotidiano das pessoas das mais diversas formas. É também matéria prima para a criação de obras de arte e objetos de design diferenciados. Com a missão de mostrar a importância desse metal na vida das pessoas, o projeto “Casa do Alumínio – uma experiência de arquitetura, arte e design” chega a Brasília em exposição gratuita, com visitação de 25 a 31 de agosto, na Praça Lúcio Costa, em frente ao Conjunto Nacional.

Com uma área útil de 150 m2, a casa é composta por ambientes como quarto, copa, living, banho, varanda e garagem, que são preenchidos com grande número de objetos que contém o alumínio em sua composição, em mais de 50 aplicações distintas. A exposição tem entrada gratuita e os visitantes vão poder ampliar sua experiência por meio de conteúdos digitais disponibilizados em tablets. Assim, será possível conhecer mais sobre a história do alumínio e sua aplicação em segmentos estratégicos como transportes, embalagens, construção civil, utilidades domésticas, bem como na arte, arquitetura e design.

“A Casa do Alumínio mostra como o metal está presente na nossa vida e é indispensável à sociedade contemporânea, seja pela versatilidade ou pelo caráter sustentável. O alumínio é 100% reciclável e pode ser infinitamente reutilizado sem jamais perder as suas características”, disse Milton Rego, presidente executivo da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL). “A sustentabilidade, aliás, está presente em toda a cadeia produtiva do metal. A começar pela mineração responsável da bauxita e sua transformação em alumínio, processo que segue práticas internacionais de preservação ambiental e de respeito ao homem”, reforçou.

O lançamento da casa foi em 2018, durante a ExpoAlumínio, em São Paulo, de onde seguiu para a cidade de Alumínio (SP).  Em 2019, Brasília será a primeira cidade a receber a exposição, que também passará pelos municípios de São Luís (MA), Belém (PA) e Pindamonhangaba (SP), totalizando 6.750km de viagem. O projeto é uma realização do Ministério da Cidadania, via Lei de Incentivo à Cultura e Usina Projetos, com produção da Quattro Projetos e Instituto Cultural Quattro, curadoria do Centro Cultural do Alumínio (CCAL) e chancela da ABAL.

“Brasília é um ícone da arquitetura brasileira e mundial e não poderia deixar de receber a Casa do Alumínio. A exposição traz à capital federal toda a vanguarda das infinitas possibilidades do metal. Sendo também uma forma de homenagear grandes nomes como Oscar Niemeyer e Lúcio Costa”, ressaltou Flavio Enninger, diretor cultural da Casa do Alumínio.

Dica:
Casa do Alumínio – uma experiência de arquitetura, arte e design
De 25 a 31 de agosto, das 11h às 19h
Local: Praça Lúcio Costa, em frente ao Conjunto Nacional
Entrada gratuita