“Ao Sul do Equador” por Markus Lanz

564

Por Felipe Oliveira
Foto: Divulgação

Dia 23 de maio, das 19h às 22h, a Hill House inaugura a mostra “Ao sul do Equador”, do fotógrafo, urbanista e arquiteto alemão Markus Lanz. Com 30 fotografias, a exposição apresenta um recorte da produção do artista que pensa a imagem a partir de como percebe o espaço, quer seja a natureza quer seja o ambiente urbano, marcada pelo deslocamento geográfico. A mostra fica em cartaz até o dia 30 de junho.

Morando em Brasília desde 2016, Markus Lanz passou a visitar o Brasil com regularidade a partir de 2011. “Trocar Munique por Brasília desencadeou em mim um rico processo antropofágico. A mudança de hemisfério; o distanciamento do velho mundo; a imersão em um novo e instigante contexto cultural; o dia a dia nessa cidade tão peculiar, nessa utopia construída; o deslumbramento com a singela beleza do cerrado; a paternidade nos trópicos. Tudo isso aguçou a minha capacidade de perceber e de ressignificar o que vejo. Expandiu minha liberdade criativa. E me aproximou da minha arte”, afirma o fotógrafo.

Paralelamente ao seu trabalho artístico, Markus se dedica – como fotógrafo e como docente – a registrar a vida nas cidades e a investigar os espaços urbanos como palco para as infinitas narrativas do cotidiano. A fotografia é um ponto de partida para possíveis narrativas, ressalta Markus Lanz. “A imagem é deflagradora de especulações sobre as coisas e de reflexões sobre o que vemos, como o início de um enredo que parte da visão, estimula todos os nossos sentidos”, explica. Em “Ao sul do Equador”, título inspirado na música de Chico Buarque, traz para a Hill House seis séries realizadas nos últimos seis anos pelo artista.

Dica:
“Ao Sul do Equador”
De 23 de maio a 30 de junho, segunda a sábado, das 10h às 22h
Local: Hill House (CasaPark – Piso Térreo
Ingresso: Entrada franca
Classificação indicativa: Livre
Mais informações: 3363-5273