Camerata Jovem do Rio de Janeiro na Thomas Jefferson

744

Por Felipe Oliveira
Foto: Divulgação

A Camerata Jovem do Rio de Janeiro se apresenta, no dia 20 de maio, na Casa Thomas Jefferson. O projeto é um celeiro de talentos lapidados para que a arte possa fazer a mágica. Fruto do programa Ação Social pela Música do Brasil (ASM), ONG que realiza um trabalho socioeducacional de formação da cidadania e desenvolvimento humano por meio do ensino da música clássica para crianças, o grupo formado por adolescentes e jovens de comunidades em condição de extrema vulnerabilidade social tem emocionado plateias no Brasil e no mundo. “Quando se abre uma porta e se propõe uma oportunidade, o ser humano é estimulado a dar o seu melhor”, costuma dizer Fiorella Solares, musicista, produtora cultural e fundadora da Camerata Jovem do Rio de Janeiro.

Os instrumentistas que compõem a formação tiveram o primeiro contato com a música nos núcleos da ASM e, por seu notável desempenho, conquistaram um currículo com apresentações no Brasil e exterior. A ASM do Brasil oferece uma possibilidade aos jovens e à arte. “Essa chance tem revolucionado tudo na vida de talentos que estavam escondidos em comunidades que sofrem com a pobreza e o descaso. A Camerata derruba fronteiras. Nova York, Berlin e outras capitais do Brasil e do mundo já aplaudiram esses maravilhosos musicistas”, observa Luiz Carlos Costa, curador sociocultural da Casa Thomas Jefferson. Os talentos apoiados pela ASM recebem formação técnica musical que conduz ao ensino superior e à profissionalização.

Dica:
Camerata Jovem do Rio de Janeiro
Dia 20 de maio, segunda, às 18h30
Local: CTJ HALL – Casa Thomas Jefferson (706 Sul)
Ingresso: Entrada franca
Classificação indicativa: Livre