CCBB exibe mostra de cinema “De Niro”

639

Por Felipe Oliveira
Foto: Divulgação

O Centro Cultural Banco do Brasil apresenta, até o dia 7 de julho, a mostra de cinema “De Niro”, uma homenagem a um dos mais célebres atores norte-americanos das últimas décadas. Serão exibidos 12 filmes estrelados pelo astro Robert De Niro, cuidadosamente selecionados pelo curador Paulo Santos Lima. A mostra inclui um debate para discutir a fortuna artística e estética presentes no trabalho desse artista que esteve com os melhores cineastas americanos de sua geração.

Nascido em Nova Iorque no ano de 1943, Robert De Niro é dos expoentes máximos da chamada Nova Hollywood. Formado nas renomadas escolas de atuação moderna de Stella Adler e do Actors Studio de Lee Strasberg, desempenhou papeis que exigiam uma performance mais física, marcada e de alta intensidade, e outros que pediam registros mais introspectivos. “Assim como Greta Garbo foi o símbolo dos anos 1930 e Marlon Brando e James Dean, o da rebeldia dos anos 1950, Robert De Niro é a grande marca da renovação pela qual o cinema americano passou a partir da segunda metade anos 1960”, afirma o curador Paulo Santos Lima.

Versátil, De Niro esteve em diferentes projetos e seu grande diferencial foi o de trabalhar com diretores do calibre de Martin Scorsese, Bernardo Bertolucci, Brian De Palma, Sergio Leone e Quentin Tarantino, e de atuar com atrizes como Meryl Streep e Jane Fonda ou atores como Al Pacino e Samuel L. Jackson. Por decorrência, isso faz de Robert De Niro uma fatura estética nas mais importantes experiências cinematográficas dos últimos 50 anos”, acrescenta o curador.

Para extrair a nata da extensa e diversa filmografia de De Niro em pouco mais de 10 filmes, a curadoria propôs evidenciar o ator como o mais significativo de sua geração. Segundo o curador, o recorte procura mostrar a atuação de De Niro encaixando-se em diferentes estilos cinematográficos, num espectro que inclui desde um filme autoral europeu como 1900, do italiano Bernardo Bertolucci, a uma obra-prima do típico cinema de gênero norte-americano, como Fogo contra Fogo, passando por Touro Indomável, que exigiu uma maior entrega física do ator. “A premissa era escolher obras de forte valor artístico, como O Franco Atirador, Era Uma Vez na América e Jackie Brown, mas sem deixar de lado exemplos que mostrassem um De Niro em excelência criativa em projetos esteticamente menos memoráveis. Outra ideia foi a de localizar historicamente o artista, como na experiência da contracultura, em Olá, Mamãe, explica.

Confira a programação completa:

26/06
15h  – Desafio no Bronx (1993), de Robert De Niro, 121’, digital – 16 anos *
17h30 –  O Franco Atirador (1978), de Michael Cimino, 183’, 35mm – 18 anos

27/06
15h30 –  Fuga à Meia-Noite (1988), de Martin Brest, 126’, digital – 16 anos
18h –  Fogo contra Fogo (1995), de Michael Mann, 170’, digital – 14 anos

28/06
14h30 –  O Bom Pastor (2006), de Robert De Niro, 167’, digital – 14 anos
18h –  Jackie Brown (1997), de Quentin Tarantino, 154’, 35mm – 14 anos

29/06
13h30 –  Fuga à Meia-Noite (1988), de Martin Brest, 126’, digital – 16 anos
16h30 – Touro Indomável (1980), de Martin Scorsese, 129’, 35mm – 16 anos
19h –  Debate com o curador Paulo Lima Santos e a atriz e preparadora de elenco Raissa Gregori

30/06
14h – Jackie Brown (1997), de Quentin Tarantino, 154’, 35mm – 14 anos
17h30 – O Franco Atirador (1978), de Michael Cimino, 183’, 35mm – 18 anos

02/07
15h – Touro Indomável (1980), de Martin Scorsese, 129’, 35mm – 16 anos
17h30 – O Bom Pastor (2006), de Robert de Niro, 167’, digital – 14 anos

03/07
15h – A Família Flynn (2012), de Paul Weitz, 102’, digital – 16 anos
17h – O Poderoso Chefão 2 (1974), de Francis Ford Coppola, 202’, digital – 14 anos

04/07
13h – Olá, Mamãe! (1970), de Brian De Palma, 87’, digital – 14 anos
15h – 1900 (1976), de Bernardo Bertolucci, 317’, digital – 18 anos

05/07
13h – O Poderoso Chefão 2 (1974), de Francis Ford Coppola, 202’, digital – 14 anos
16h45 – Desafio no Bronx (1993), de Robert De Niro, 121’, digital – 16 anos
19h15 – A Família Flynn (2012), de Paul Weitz, 102’, digital – 16 anos

06/07
13h45 – Fogo contra Fogo (1995), de Michael Mann, 170’, digital – 14 anos
17h – Era Uma Vez na América (1984), de Sergio Leone, 229’, digital – 18 anos

07/07
13h30 – 1900 (1976), de Bernardo Bertolucci, 317’, digital – 18 anos

Dica:
De Niro
Até dia 7 de julho, terça a domingo, das 9h às 21h
Local: Centro Cultural Banco do Brasil ]
Ingresso (valores referentes à meia-entrada):
Simples – R$ 5
Pontos de venda: No local
Classificação indicativa: 14 anos
Mais informações: 3108-7600