Começou a 1ª edição nacional do Cerrado no Prato

206

Da Redação
Foto: Felipe Bastos

Até o dia 25 de janeiro, Brasília, Goiânia e São Paulo serão palco da 1ª edição nacional do Cerrado no Prato, festival gastronômico que tem como propósito valorizar os produtos do Cerrado, o segundo maior bioma brasileiro.

Segundo a curadora do projeto, Ana Paula Jacques, os chefs convidados receberam uma lista de produtos da Central do Cerrado e tiveram a liberdade de criar pratos adequados aos seus cardápios. “A ideia é que as pessoas possam ampliar o repertório sobre as espécies nativas do bioma e se encantar com os sabores e saberes que o Cerrado pode proporcionar”, explica Ana Paula. A Central do Cerrado figura como instituição parceira, oferecendo uma ampla gama de produtos de 35 organizações comunitárias que atuam no bioma. “O chef Francisco Ansiliero, por exemplo, encomendou 12kg de baru, ingrediente principal de seu nhoque, com a produtora Madalena Soares, a Madá, no Mercado da Agricultura Familiar na CEASA-DF”, conta a curadora. Segundo Francisco, a escolha de seu prato, o Nhoque de mesocarpo de Baru ao molho bolonhesa, foi devido ao sucesso com alguns clientes que já haviam provado a iguaria.

Os chefs capricharam no uso dos ingredientes nativos. Pequi, em plena safra, aparece em vários preparos. Além disso, os pratos trazem Buriti, Baru, Pimenta-de-macaco, Mangarito, Baunilha do Cerrado e Marmelada de Santa Luzia em preparações inéditas. Por fim, destaca-se ainda que o Cajuzinho-do-Cerrado – integrante da receita da Tartelette de Coco do Chef boulanger Guillaume Petitgas, da La Boulangerie – foi colhido durante a safra em Vão das Almas, no Quilombo Kalunga. São Paulo também brilhou: a chef confeiteira Patrícia Moryta, do Balaio IMS, incluiu a sobremesa Frutas Amarelas, que leva Pequi, Maracujá e Butiá. Madu Melo, do Mandioca, e Ieda de Matos, da Casa de Ieda, também incorporaram Jatobá, Pequi e Baru para seus menus. E o chef Cesar Costa, do Corrutela, revelou que começou a fermentar Pequi em sua cozinha antes de criar seu prato.

“É esse espírito do Festival que queremos promover em torno dos produtos do Cerrado, um bioma que concentra cerca de 5% da biodiversidade do planeta, grande parte desconhecida e menos ainda utilizada. Esperamos que todos possam se surpreender com os sabores e saberes que o bioma pode oferecer, lembrando que o Cerrado incide sobre 12 estados brasileiros’, completa Ana Paula.

Dica:
1ª edição nacional do Cerrado no Prato
Restaurantes de Brasília, Goiânia e São Paulo

Estabelecimentos participantes em Brasília:
Aroma
Chef Ronny Peterson
Prato: Polvo braseado com musseline de baroa e pequi, cebolas pérola tostadas
Disponibilidade: durante todos os dias do festival no almoço e jantar (conferir os dias e horários de abertura da casa)
Valor: R$84,00

Authoral
Chef André Castro
Prato: Arroz de galinhada com calabresa, açafrão da terta, ervilha fresca farofa de pequi e ovo estalado
Peixe do dia, purê de banana da terra, farofa de dendê e vinagrete de feijão fradinho com óleo de babaçu
Sobremesa:Mousse de seriguela, farofa de baru, sorvete de baunilha do cerrado, crocante de suspiro e brigadeiro de côco com chocolate branco
Disponibilidade: Servido de segunda a sexta no almoço
Valor: Menu Express
2 etapas R$59
3 etapasR$ 68

Baco Pizzaria
Chef Gil Guimarães
Prato: Pizza de queijos meia cura e curado do Cerrado, tomates assados no forno a lenha, pesto de beldroega e pimenta de macaco
Disponibilidade: durante todos os dias do festival no almoço e jantar (conferir os dias e horários de abertura da casa)
Valor: R$69,80 (pizza inteira 8 fatias)

Bla’s Cozinha Criativa
Chef Gabriel Blas
Prato: magret de pato ao molho de jamelão, acompanhado de purê de mangarito e saladinha de PANCs
Disponibilidade: durante todos os dias do festival no almoço e jantar (conferir os dias e horários de abertura da casa)
Valor: R$69,00

Dom Franciso
Chef Francisco Ansiliero
Prato: Nhoque de mesocarpo de baru ao molho bolonhesa
Disponibilidade: durante todos os dias do festival no almoço e jantar (conferir os dias e horários de abertura da casa)
*O cliente ainda tem direito a uma entrada (Salada) e uma sobremesa (Pudim de Leite)
Valor: R$64,90

IVV Swine Bar
Chef Eduardo Nobre
Prato:: Tábua de queijos – R$56
Degustação de nossa seleção servido com mel silvestre do cerrado, castanha de baru e geleia de mangaba
Crostini de Brie – R$23
Damasco, mel silvestre & castanha de baru
Carne de lata IVV – R$33
Produzindo da casa, cubos suínos & molho de tamarindo com pimenta de macaco
Bolinho de chuva do cerrado – R$22
Bolinho de chuva com farinha de jatobá recheado com geleia de cagaita
Drinque:
Calango do cerrado – R$27
Cachaça, água tônica, coquinho do cerrado e licor de Baru

La Boulangerie
Chef boulanger Guillaume Petitgas
Prato: Tartelette de coco com cajuzinho do Cerrado de Vão das Almas
Disponibilidade: durante todos os dias do festival no almoço e jantar (conferir os dias e horários de abertura da casa)
Valor: a definir

Le Parisien Bistrot
Chef Leandro Nunes
Prato: Filé mignon com crosta de baru, bérnaise de pimenta de macaco e batata frita em alumette
Disponibilidade: durante todos os dias do festival no almoço e jantar (conferir os dias e horários de abertura da casa)
Valor: R$49,00

Leo Hamu CEASA-DF
Chef e produtor Leo Hamu
Prato:: Chica Doida
Disponibilidade: 18 e 25 de janeiro (sábados) no boxe do Leo Hamu na CEASA-DF
Valor: R$5,00

New Mercadito
Bartender Vitor Moretti
Prato: Drink Geraizeiro (maracujazinho doce, gin com infusão de baru, licor de cajuzinho e pimenta de macaco)
Disponibilidade: durante todos os dias do festival (conferir os dias e horários de abertura da casa)
Valor: R$29,00

Objeto Encontrado
Chef Sofia Anouk e bartender Luiz Felipe Melo
Pratos:
1) Frango com guariroba e marmelada de Santa Luzia, servido no pão bun chinês assado
Valor: R$15,00
2) Drink Mesquita Collins: N’golo (vinho de quiabo d’Angola produzido pelo Quilombo Mesquita), Gin Arapuru, limão siciliano, licor de Cassis
Valor: R$24,00
Disponibilidade: durante todos os dias do festival (conferir os dias e horários de abertura da casa)

Restaurante Universal
Chef Mara Alcamim
Prato: Fettuccine caseiro com filé-mignon alto ao molho funghi, cogumelos orgânicos frescos e pimenta-de-macaco Kalunga
Disponibilidade: durante todos os dias do festival no almoço e jantar (conferir os dias e horários de abertura da casa)
Valor: R$99,00
*Ao saborear a sugestão da casa, você ganha um prato de cerâmica colecionável exclusivo.

Teta Cheese Bar
Chef Bobson Melo, Pablo Julio e bartender André Vasquez
Pratos:
no almoço
1) Burrata com caponata de buriti
Valor: R$ 38,00
2) Pirão de caldo de buriti com banana da terra, couve-flor, baru e crosta de queijo Furão
Valor: R$ 35,00
no jantar
3) Sanduíche de disco cremoso de frango e queijo do Serro, allioli de pequi no brioche com semente de girassol
Valor: R$ 31,00
no almoço e jantar
4) Drink: Infusão de cajuzinho do cerrado em vodka orgânica Tiiv, rum Havana añejo 3 anos, xarope caseiro de gengibre e espuma de cajuzinho do cerrado e gengibre
Valor: R$ 33,00
Disponibilidade: durante todos os dias do festival no almoço e jantar, conforme descrito acima (conferir os dias e horários de abertura da casa)