Novidades no cardápido do Café Cobogó

432

Da Redação
Fotos: Nick El Moor

A sombra da árvore mais acolhedora de Brasília, o Café Cobogó, desde 2009 instalado na esquina da 704/5 Norte, apresenta novidades em seu cardápio. Entre as novidades, uma linha de defumados e sanduíches especiais que  tem como base receitas caseiras das famílias dos proprietários.

Quando a casa foi inaugurada, a ideia era criar um lugar cheio de personalidade, para reunir a coleção de itens de design com o aconchego de um café que lembrasse a casa da avó ou a cozinha da tia, lugares onde nunca faltam guloseimas das mais deliciosas. Dez anos depois, o Café Cobogó é parte intrínseca da alma do negócio, e com o calendário de eventos e cardápio de sucesso, seria quase um crime mexer em time que está ganhando.

E foi com essa ideia na cabeça que a casa trouxe para o seu menu os Sanduíches do PH Caovilla. Isso mesmo, o marido da Mariana Dap, que sempre esteve ao seu lado decidiu investir em um sonho antigo e abraçar o mundo da charcutaria. “Na verdade, ele não saiu do Cobogó para fazer outra coisa, muito pelo contrário”, esclarece Mariana. “Graças à chegada do Nick Elmoor à sociedade ele agora tem mais tempo para desenvolver projetos paralelos como este dos defumados que já está fazendo o maior sucesso”, comemora.

Como tudo aquilo que acontece no Cobogó, essa história também começou entre amigos. “Eu conversei com o Andrei Polejack, que já estava trazendo para Brasília uns defumados que a família da esposa dele faz no estado de Goiás”, lembra Caovilla. “Nós participamos de alguns eventos juntos e passei a me interessar no assunto e a fazer eu mesmo as minhas carnes e conservas até chegar a essa linha que inclui lombo, pancetta, linguiça de pernil de porco caipira, e maminha, que é a única opção de carne vermelha”, explica.

E de um projeto que começou timidamente entre amigos, nos churrascos de domingo no fundo do quintal, a coisa vem tomando proporções bem maiores. Depois de adquirir uma nova defumadora que comporta até 50 kilos de carne de uma só vez, PH já testou e aprovou receitas diversas, mas decidiu lançar inicialmente três novos sanduíches que já podem ser solicitados pelos clientes no Café Cobogó.

“Nós já fazemos a Quinta Feliz com o hambúrguer e o cheeseburger na parrilla, além de espetinhos e cervejas geladinhas, agora, o pessoal vai poder se deliciar todos os dias com sandubas pra lá de especiais”, festeja o cozinheiro que futuramente pretende ainda fazer seu próprio bacon, sua costelinha e até pastrami.

Mas enquanto esse dia não vem, o pessoal já pode ir degustando o Sanduíche Vegetariano (pão ciabata, confit de tomate com alho e queijo meia cura gratinado), o Sanduíche de Maminha (baguete, picles de pepino e molho de mostarda), e pra finalizar o Sanduíche de Linguiça de Pernil (baguete, alface, tomate, queijo meia-cura e azeite). Todos ao preço único de R$ 28.

Vale ressaltar ainda que toda terça-feira de lançamento de uma nova exposição na galeria Baixo Cobogó, o PH Caovilla estará montando pessoalmente os seus sanduíches e surpreendendo o público com novidades e releituras, além de novas receitas.

Aproveitando a chegada da linha de defumados do PH, os três sócios pensaram: “Por que não aproveitar e dar um pequeno retoque e quem sabe, adicionar uma coisinha aqui e outra acolá?”. Guiados então por esse pensamento, eles começaram as pequenas mudanças táticas por uma reorganização do espaço, decidiram comprar mais mobiliário – o que ampliou a capacidade do número de lugares sentados à mesa de 20 (vinte) para 50 (cinquenta), espalhados em todos os ambientes: varanda, loja e galeria. Depois, decidiram trazer quitutes extras. Foi nessa que chegou até o café um Brownie Premium de Chocolate e um Integral de Banana (de Castanha, aveia e mel) que são duas dádivas, e que mais parecem ter sido feitas por anjos e caídas do céu – ambos por R$ 15.

A cafeteria passa a oferecer também o Bolo do Dia de sabores diversos como milho, laranja, mandioca, entre outros e que será servido em fatias (R$ 8), a pedida perfeita para acompanhar o Café Moquinha, que é feito na cafeteira italiana (R$ 6). A bebida clássica da casa também pode ser saboreada com outros campeões de vendas: a Torta de Bolacha (R$ 12), o Bolo de Cenoura (R$ 12,00) e a Biriba (R$ 8).

No cardápio do Café Cobogó constam ainda várias bebidas geladas para se refrescar, mas aquela que o pessoal tem curtido muito tomar é o Mate da Casa (R$ 5), que ainda pode vir batido com Abacaxi ou Limão (R$ 10). Eles ficam ainda mais saborosos quando combinados às Empanadas (R$ 7) ou a um delicioso Queijo Quente que é feito com pão de castanhas, queijo, tomate e uma boa dose de azeite extra-virgem (R$ 13).

Com a proposta de garantir uma experiência gastronômica afetiva, daquelas que sentimos ao comer na casa das nossas mães, tias e avós, as delícias do cardápio do Café Cobogó são em sua maioria “roubadas” dos livros de receita da família. “A ideia é promover um resgate do comer simples, mas com muito carinho”, sentencia Mariana Dap que recebe durante a semana clientes que buscam exatamente isso, no Almoço na Varanda, pratos tradicionais como Galinhada, Escondidinho, Macarronada e Baião de Dois (R$ 25). “Cada dia é um prato diferente e que as pessoas sentem como se tivessem comendo nas suas próprias casas”, conclui.

Dica:
Café Cobogó
SCRN 704/705 Bloco E Lojas 51/56
Tel: 3039-6333
Horário de atendimento: Segunda a quarta e sexta, das 11h às 20h / Quinta, das 11h às 21h / Sábado, das 9h às 20h. Não abre aos domingos