Plano Piloto e sete regiões do DF recebem o Festival de Cinema de Brasília

532

Da Redação
Foto: Divulgação

De 22 de novembro a 1º de dezembro o Cine Brasília, principal palco do que vai ditar o olhar cinematográfico para o próximo ano, dividirá com outras três Regiões Administrativas a exibição de longas e curtas da Mostra Competitiva da 52ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (FBCB). As cidades do Distrito Federal também receberão mostras paralelas e oficinas.

Samambaia, Recanto das Emas e Planaltina exibirão, além dos filmes que disputam o Troféu Candango, a Mostra Brasília BRB e o Festivalzinho, voltado para o público infantil. O objetivo é oferecer uma ampla programação a diferentes públicos dessas regiões. O Complexo Cultural de Samambaia, o Complexo Cultural de Planaltina e o Auditório IFB Recanto das Emas, recentemente inaugurados, sediam o Festival com a programação de filmes exibida no Cine Brasília.

Esta é a primeira vez que Planaltina, cidade mais antiga do Distrito Federal recebe atividades do Festival de Cinema o que, vem sendo esperado com grande expectativa pela comunidade local, como explica Jurandir Luiz, coordenador de programação do Complexo Cultural de Planaltina. “Nossa região éum grande celeiro cultural. Receber o Festival de Cinema aqui é um reconhecimento à nossa vocação. A procura pelas sessões tem sido grande, é possível perceber que toda a comunidade está envolvida e interessada”, avaliou.

Dentro da programação descentralizada do 52º FBCB, também estão previstas exibições itinerantes. Trata-se do Cine Fusca, cinema móvel que percorrerá cidades como Sol Nascente, Sobradinho 2, Santa Maria e Paranoá.

Segundo o secretário de Cultura e Economia Criativa Adão Cândido, essa é uma das principais vertentes do Festival, que pretende ampliar o acesso do público à produção audiovisual e fortalecer esta cadeia produtiva. “Entendemos que a formação de plateia e a capacitação de mão de obra são fundamentais para o desenvolvimento deste setor, que emprega milhares de pessoas em diversos segmentos”, diz.

Outras três cidades do DF estarão no circuito do Festival trazendo oficinas a quem se interessa pelo universo audiovisual. Ceilândia, Recanto das Emas e São Sebastião recebem atividades durante a programação. A escola CED São Francisco, que tem desenvolvido projetos em audiovisual como tema transversal na grade curricular, e inclusive realiza anualmente um festival de cinema próprio, recebe a oficina Fotografia e Iluminação com Materiais Alternativos, de introdução ao tema e com resoluções técnicas de baixo custo.

As capacitações ocorrerão em diversas áreas, que vão da produção à pós-produção.

Programação das oficinas do Festival:
– O Som em Cena, com Beto Strada
De 22 a 26 de novembro, das 14h às 18h
Local: no SESC Ceilândia (QNN 27, lote B, Ceilândia Norte).

– Assistente de Direção, com Luciana Baptista
23 e 24 de novembro, das 14h às 18h
Local: Plano Piloto.

– Fotografia e Iluminação com materiais alternativos, com Ricardo Pinelli e André Lavenère
De 25 a 28 de novembro, das 14h às 18h
Local: Centro de Ensino Médio São Francisco – Chicão (Quadra 17, Lote 100, bairro São Francisco – São Sebastião).

– Arte de fazer Produção, com Wellington Pingo
De 27 de novembro a 1º de dezembro, das 14h às 18h
Local: Plano Piloto.

– Supervisão de Pós-Produção, com Marcelo “Sica” Siqueira
28 e 29 de novembro, das 14h às 17h
Local: Plano Piloto.

– Práticas de realização em VR, com Fabiano Mixo e Leonardo Souza
De 27 a 30 de novembro, das 14h às 19h
Local: IFB (Campus Recanto das Emas).

Programação completa do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro: http://www.festivaldebrasilia.com.br/programacao

Fonte: Agência Brasília